MENU

Goiás e Entorno

Portal Goiás – Banco de Leite Humano recebe Certificado de Reconhecimento

Amarildo Mota

Publicado

em

A equipe do Banco de Leite Humano do Hospital Estadual da Mulher (Hemu), antigo Hospital Materno Infantil (HMI), recebeu o Certificado de Reconhecimento da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano. O documento foi entregue em 31 de janeiro passado à unidade do Governo de Goiás, pela dedicação na promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno, no período de pandemia da Covid-19.

O Banco de Leite do Hemu dispõe de leite humano para recém-nascidos prematuros e de baixo peso, e é abastecido com doações de mães com excedente de leite, que realizam a doação no próprio local ou armazenam o produto em casa.

Para coletar o material, o Banco de Leite Humano conta com o apoio do Corpo de Bombeiros de Goiás, que coloca veículo e profissionais de apoio à disposição da instituição. A unidade é pioneira na realização de atividades voltadas para a conscientização da importância do aleitamento materno e da doação de leite humano.

A coleta

Para coletar o material, o Banco de Leite Humano conta com o apoio do Corpo de Bombeiros de Goiás, que coloca veículo e profissionais de apoio à disposição da instituição. A unidade é pioneira na realização de atividades voltadas para a conscientização da importância do aleitamento materno e da doação de leite humano.

As voluntárias vão até as residências das doadoras e, além de coletar o leite, fazem um trabalho de orientação às mães. Após ser coletado, o leite é analisado e pasteurizado para que fique em condições sanitárias para o consumo. O leite é então congelado, podendo ficar armazenado por seis meses.

O BLH é pioneiro na realização de atividades voltadas para a conscientização da importância do aleitamento materno e da doação de leite, o que explica a certificação de “Hospital Amigo da Criança”, concedida por meio da Iniciativa do Hospital Amigo da Criança (Ihac), e idealizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Unicef.

Fonte: SES/IGH – Governo de Goiás

Fonte: Portal Goiás

Continue lendo

Em alta