MENU

Esportes

Djokovic sofre, mas vence Bautista e vai à final do Masters 1000 de Cincinnati

Amarildo Mota

Públicado

em

Em batalha de três horas decidida no último tie break, o Novak Djokovic venceu o espanhol Roberto Bautista nesta sexta-feira, e avançou para a final do torneio de Cincinnati, onde enfrentará o canadense Milos Raonic.

O número 1 do mundo, que chegou a ficar à beira da eliminação, acabou derrotando Bautista (nº 12 do ranking da ATP) por 4/6, 6/4 e 7/6 (7/0) na segunda semifinal do torneio de Cincinnati, que é o Masters 1000 da ATP e Premier da WTA.

Na quadra de Flushing Meadows, em Nova York, onde o torneio de Cincinnati é realizado este ano com portões fechados devido à pandemia de coronavírus, Djokovic teve que superar o impulso do espanhol, que o derrotou em seus dois últimos jogos em quadra rápida.

O sérvio, invicto nesta temporada que foi interrompida durante cinco meses pelo coronavírus, recebeu tratamento durante várias pausas no jogo devido a um desconforto que persiste a três dias do início do Aberto dos Estados Unidos.

Na final de sábado, Djokovic vai enfrentar o número 30 do mundo, Milos Raonic, que nesta sexta-feira derrotou o grego Stefanos Tsitsipas por 7/6 (7/5) e 6/3 na primeira semifinal.

O primeiro set foi decidido no tie break, depois que nenhum dos jogadores teve seu serviço quebrado. Raonic, que ainda precisou salvar um set point quando perdia por 6/5, fez a diferença aproveitando os saques menos eficientes do grego.

No segundo set, Raonic quebrou o serviço do adversário e abriu 3 a 1 e, contando principalmente com 12 aces, manteve essa vantagem para conquistar a segunda vitória em dois confrontos contra Tsitsipas, após as oitavas de final que disputaram no último Aberto da Austrália.

Fonte: Gazeta Esportiva

Continue Reading

Em alta